Lobices

…meiguices de lobos e não só…

questão de oportunidade

…às vezes é uma questão de oportunidade…ou se está lá no momento exacto ou não…

…às vezes é uma questão de amar ou não amar…é só saber se se ama ou não…

…como descobrir se amamos alguém? É simples. É estar. É ser. É sentir. É viver. É dar. É usufruir. É fluir. É pensar. É querer!…

…é, sobretudo, dar…quando sentimos que estamos a dar a nossa atenção a outrém, quando sentimos que estamos a dar o nosso melhor em favor de alguém, quando sentimos que o importante não somos nós mas aquele que ali está e que precisa de nós…aí, sabe-se que se está a amar alguém…

…e, às vezes, é uma questão de oportunidade.

Muitas vezes nunca passa por nós a pessoa certa e nunca nos damos ao “trabalho” de saber se não seria aquela pessoa a pessoa certa…e ela se vai…e nunca mais a veremos…é uma questão de oportunidade…sentir no momento exacto que alguém precisa de nós e nesse exacto momento nos darmos e então aí saberemos que estamos a amar…

…não é difícil…talvez, na realidade, seja uma questão de oportunidade…

…olhai bem em volta, à frente e atrás…pode ser que alguém precise de vós…e se esse alguém lá estiver…não percam essa oportunidade de amar…nesse momento sereis felizes…

25/10/2004 - Posted by | Diversos |

5 comentários »

  1. “…às vezes é uma questão de amar ou não amar…é só saber se se ama ou não…”
    eu acrescentaria que às vezes é tb uma questão de nos deixar-mos amar e não perder-mos a oportunidade de deixar que alguém nos ame…..deixar-mo-nos pertencer a alguém!!!!….se calhar evitava-se algum sofrimento qdo percebemos que alguém nos amava e não demos lugar a esse “amar”….só que já é tarde demais!!!!!
    nunca tinha visto tão explicito, por outrem, aquilo que penso relativamente a esta questão!!!!…..é quase como que ….”alguém” no silêncio da noite nos tira as palavras que não conseguimos dizer e as coloca nos dedos de outro alguem!!!!!
    …..e lá vou espreitando para meu deleite!!!!!

    Comentar por Anonymous | 25/10/2004 | Responder

  2. É o que digo…adoramos-te!
    beijo e um sorriso
    Cinda

    Comentar por Anonymous | 25/10/2004 | Responder

  3. Olá, Quim, passo para deixar um ‘sinal’ e, já agora, para ‘botar opinião’, também. Bom… por vezes, até temos a tal oportunidade e damos por ela, mas falta a disponibilidade, que depende, mais do que de estarmos dispostas(os), de estarmos disponíveis. Então, o que passa a faltar é a coincidência de oportunidades/disponibilidades. E disse!… Beijo. DespenteadaMental

    Comentar por Anonymous | 25/10/2004 | Responder

  4. Um beijinho da “Criativa” do blog “Um pouco de Teatro” que é a Sandra, a mesma responsável pelo outro blog “O Abismo Negro dos Sonhos Esquecidos” (Void) e daqueles outros que lá estão indicados.
    Confuso? Nem por isso!

    Voltarei.

    :)

    Comentar por Anonymous | 26/10/2004 | Responder

  5. É tão bom sentir o amor….
    Eu sei bem quando amo,mas tenho a noção que para amar é necessária uma grande disponibilidade.
    Temos que nos dar,que nos entregar,mas é fundamental sabermos e sentirmos que esse amor está a ser correspondido.
    Quando amo dou tudo,arrisco tudo,centro todas as minhas atenções na pessoa amada,como se nada existisse para além dela.Não interessa o local em que nos encontramos.Abstraio-me de tudo.É como se o mundo exterior não existisse e eu me focasse apenas no seu mundo,no mundo dela….
    Abraço.

    Comentar por Å®t_Øf_£övë | 26/10/2004 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: