Lobices

…meiguices de lobos e não só…

>requiem

>

“…quando eu morrer, enterrem-me sob um campo de rosas… deixem que meu corpo se desfaça no aroma que elas exalam… deixem que meu espírito se misture nas cores que sempre me encantaram, num doce bailar de êxtase e delírio… deixem que sinta a certeza da doçura e da leveza da textura fazer parte do meu último ser e estar neste pedaço… que a sua sombra me embale na viagem para junto das estrelas… enterrem-me sob um campo de rosas, sejam elas brancas, douradas, vermelhas ou cor de rosas… deixem-me sentir a beleza uma última vez…”
Anúncios

12/09/2005 Posted by | Diversos | 24 comentários

requiem

“…quando eu morrer, enterrem-me sob um campo de rosas… deixem que meu corpo se desfaça no aroma que elas exalam… deixem que meu espírito se misture nas cores que sempre me encantaram, num doce bailar de êxtase e delírio… deixem que sinta a certeza da doçura e da leveza da textura fazer parte do meu último ser e estar neste pedaço… que a sua sombra me embale na viagem para junto das estrelas… enterrem-me sob um campo de rosas, sejam elas brancas, douradas, vermelhas ou cor de rosas… deixem-me sentir a beleza uma última vez…”

12/09/2005 Posted by | Diversos | | 12 comentários