Lobices

…meiguices de lobos e não só…

>words

>

“… houve um momento durante o qual as palavras lidas não me faziam sentido… era como se eu estivesse a ler algo que nunca tivesse lido mas ao mesmo tempo conhecesse em absoluto o seu teor e, daí, a estranheza de as ver ali… aos poucos, elas começaram a ter vida ao descobrir que mais não eram do que palavras que descreviam o meu próprio eu… reparei então que me desconhecia; se não as estava a entender é porque não me conhecia… sensação dura a de me ver ali estampado e dizer que de tão cego que estava não me estava a ver… sem aquelas palavras, possivelmente morreria sem me descobrir… hoje, exulto de alegria por me saber ali, nelas retratado e aqui, nelas vivo… obrigado…”

26/10/2005 Posted by | Diversos | 16 comentários

words

“… houve um momento durante o qual as palavras lidas não me faziam sentido… era como se eu estivesse a ler algo que nunca tivesse lido mas ao mesmo tempo conhecesse em absoluto o seu teor e, daí, a estranheza de as ver ali… aos poucos, elas começaram a ter vida ao descobrir que mais não eram do que palavras que descreviam o meu próprio eu… reparei então que me desconhecia; se não as estava a entender é porque não me conhecia… sensação dura a de me ver ali estampado e dizer que de tão cego que estava não me estava a ver… sem aquelas palavras, possivelmente morreria sem me descobrir… hoje, exulto de alegria por me saber ali, nelas retratado e aqui, nelas vivo… obrigado…”

26/10/2005 Posted by | Diversos | | 8 comentários