Lobices

…meiguices de lobos e não só…

>ouvir

>

“…se me quiseres dizer, diz; não guardes o que tens para me dizer… já sei que o que vais dizer é apenas o que me queres dizer; por isso, porque razão guardares dentro de ti o que me queres dizer?… isso, faz um esforço, não custa, vais ver… abre os lábios e pronuncia as palavras que queres que eu ouça… são difíceis de silabar?… Vais ver que não. Tenta. Vá lá, tenta mais uma vez. Isso, devagar… com suavidade, ternura… isso, com carinho, em silêncio talvez… Vês como não custou?… Não, não te preocupes: eu ouvi-as!…”
Anúncios

09/01/2006 Posted by | Diversos | 32 comentários

ouvir

“…se me quiseres dizer, diz; não guardes o que tens para me dizer… já sei que o que vais dizer é apenas o que me queres dizer; por isso, porque razão guardares dentro de ti o que me queres dizer?… isso, faz um esforço, não custa, vais ver… abre os lábios e pronuncia as palavras que queres que eu ouça… são difíceis de silabar?… Vais ver que não. Tenta. Vá lá, tenta mais uma vez. Isso, devagar… com suavidade, ternura… isso, com carinho, em silêncio talvez… Vês como não custou?… Não, não te preocupes: eu ouvi-as!… Obrigado, meu amor!…”

09/01/2006 Posted by | Diversos | | 16 comentários