Lobices

…meiguices de lobos e não só…

>Serenidade

>

Anúncios

31/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Serenidade

31/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

You and I

30/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>Núvens de tempestade

>

30/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Núvens de tempestade

30/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>White Sun

>

29/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

White Sun

29/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>Vulcão de luz

>

28/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Vulcão de luz

28/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>O amaciar das arestas

>

27/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

O amaciar das arestas

27/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

>Rosa matinal

>

26/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

Rosa matinal

26/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

>Flor da abóbora

>

24/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Flor da abóbora

24/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Fim de férias

99334

22/08/2009 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

>Relógio de pulso

>

20/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Relógio de pulso

20/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>As caves de Gaia e o meu rio

>

19/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

As caves de Gaia e o meu rio

19/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

>Reflexo

>

18/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Reflexo

18/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>Paz

>

15/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

Paz

15/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

Férias (até breve)

2621a

15/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

Sublimação

4064aaa

14/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>Sublimação

>

14/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

Telhados das Caves de Gaia

DSC_0422aa

13/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

>As duas margens

>

13/08/2009 Posted by | Porto | 1 Comentário

As duas margens

13/08/2009 Posted by | Porto | 1 Comentário

>Seguindo a progenitora

>

12/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Seguindo a progenitora

12/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Sons

“…foi numa altura em que ainda se conseguia lá ir com o carro… entrei pela porta principal e comecei a subir até ao mais pequenino sítio para se poder estacionar… Saí e o silêncio estava lá à minha espera… Havia um pouco de vento mas não sei de que quadrante… Fiz o restante do percurso a pé, até à zona mais perto do castelo, das muralhas…Olhei em frente e em volta… Fiquei fascinado… Nunca tinha visto as costas aos pássaros voando… Por baixo de mim e à volta das muralhas, os pássaros voavam abaixo do meu nível de visão… Era um enorme prazer o que a minha vista desfrutava… O silêncio estava ali ao meu lado… Inspirei fundo e retive o momento para que ainda hoje me lembre dele como se o estivesse a viver agora… Há imensas rochas por ali…  Imensa memória ali cravada na pedra, ali forjada em segredos de distância e de histórias que se conhecem mas também das que se não sabem… memórias de tempos imensos de glória e de luta… Olhei a rocha e coloquei as palmas das minhas mãos na firme solidez fria das pedras… o que senti não foi “daqui” mas também não sei de onde foi… senti algo que me percorreu a alma e a minha memória encheu-se de imagens.Inspirei novamente e de novo guardei o momento para o rever quando o quisesse viver de novo (o que estou a fazer agora)… O silêncio tinha som e imagem e esse som me transportou a tempos remotos para lá de tudo o que eu podia conhecer…  as imagens, essas, foram nítidas e aqui estão, impressas para todo o sempre, num recanto de mim… O vento sentia-se sem se ouvir e as minhas mãos começaram a aquecer… um formigueiro enorme me percorreu os braços, o tronco, a bacia e desceu pernas abaixo até que senti meus pés ferverem… estava ali debruçado sobre a rocha ouvindo o passado, sentindo como se ele ali estivesse presente dando-me a conhecer o que não tinha vivido… A sensação tornou-se-me límpida e fresca e um sorriso se me aflorou nos lábios… Retirei as mãos da pedra e comecei a descer para o carro… Acabava de viver algo de inesquecível… Tinha pura e simplesmente viajado no tempo, tinha ido ao passado, tinha recuado uns séculos e o som e a imagem ficaram comigo… Apesar de tudo, senti paz… Fica ali, no Alentejo, mesmo perto da fronteira e chama-se Marvão… Preciso de lá voltar…”

12/08/2009 Posted by | Diversos | 2 comentários

>Retoma das postagens

>

11/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Retoma das postagens

11/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Disneyland

446aa

11/08/2009 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

Forças em confronto

2044a

10/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

Passadiço

1470aa

09/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

Amanhecer

4384aa

08/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Mundo novo

“…na verdade, a net é um mundo novo, curioso, cativante e diferente… é também doce mas, ao mesmo tempo, perigoso… perigoso porque os sentimentos podem ser “adulterados” na sua essência e serem mal compreendidos… não devemos descurar o mundo “lá de fora”, o mundo real, aquele que vivemos de verdade e na verdade… é certo, que aqui, através do anonimato deixamos que os nossos medos se transformem em coragens e os nossos gritos possam ser gritados bem lá do fundo da nossa Alma… este mundo serve para exorcizar os nossos “demónios”, mas serve também para encontrarmos novos demónios e novos anjos… o problema está sempre em saber o que é um anjo e o que é um demónio (tudo em sentido figurado, claro)… eu escolhi uma forma de estar aqui, a de dizer apenas… a de ouvir apenas… a de tentar ajudar apenas… a de responder apenas… a de querer que todos me leiam e me ouçam apenas… a de desejar tudo de bom para todos apenas… e este “apenas” já é muito neste mundo… deixamos aqui impressa a nossa marca de ser que vive e que ri e que chora… deixamos aqui impressa a nossa marca de ser que é e de ser que não é… deixamos aqui impressa a nossa marca de ser o que sempre desejamos ser e não o que somos afinal… é um pouco uma peça de teatro sem actores visíveis… Às vezes, estes actores encontram-se e criam-se novas vivências… umas vezes é bom, outras não… umas vezes é um doce, outras vezes é um amargo sabor… daí que, eu seja uma “personagem”… uma segunda personalidade de alguém que também anda por estas bandas sob outro nick… talvez o outro lado desse alguém que sabe o que é a vida e o que ela pode dar ou tirar… de alguém que já não pretende nada mais do que tentar compreender exactamente o que está cá a fazer… esse que, no fim, quererá “achar ter entendido”… os problemas de que se fala são problemas perante os quais nada podemos fazer… apenas podemos dar amor e querer amor… o  caminho (seja de quem for) é para ser percorrido… seja que caminho for; não o podemos alterar nunca…  a meta existe mas nunca sabemos qual é… o caminho é muito diverso mas tem de ser palmilhado… deixemos que todos palmilhem a rota que escolherem… não tentemos que a vida seja perfeita… aceitemos a vida tal como ela é… não se consegue alterar o que quer que seja… ela está já “escrita”, não um destino escrito mas o caminho para lá está… as “coisas” não são nunca “obtidas”… as “coisas” são-nos “entregues”… saibamos viver o que a vida nos dá, da forma que ela nos dá, da forma como ela se nos entrega de braços abertos… mergulhemos de alma e coração na caminhada que temos pela frente e esperemos que a “perfeição” esteja no caminhar e não no caminho que se percorre ou na meta que se alcança…”

07/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Ventre

351aa

06/08/2009 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

A inteligência do meu Black

1389“…tal como já vos havia contado, no dia 20 de Setembro de 2004, o meu amigo Black foi atropelado por um outro animal que nem sequer parou apesar de ter dado pelo evento… na altura, e como existia aqui ao lado uma Clínica Veterinária, o Black foi lá internado e bem tratado… aos poucos lá foi recuperando e passado um mesito voltou ele novamente à “brincadeira” preferida que é andar a ladrar aos carros que passam… é um cão conhecido de toda a gente e todos gostam dele porque ele gosta de todos…

…no dia 15 de Dezembro de 2004, de manhã (eu não estava em casa mas minha mãe me contou e depois vim a saber o resto) o Black surge aflito na cozinha aqui de casa, muito cansado, língua de fora e a pingar sangue… minha Mãe aflita gritou por ele mas ele deve-se ter assustado e então fez o seguinte:
 
– desceu as escadas da varanda das traseiras , rumou ao portão, lado da rua, saiu para a rua e dirigiu-se à Clínica… subiu as escadas desta, entrou na sala de espera, entrou pelo corredor adentro e entrou na sala de consultas onde se encontrava a Médica de serviço… já junto dela, com a pata chamou-lhe a atenção e ela viu de imediato que o animal estava ferido!…
 
 
…falei depois com o Médico, o Dr. João, que me disse que provavelmente o Black teria de ser operado para extração do olhito traumatizado…
 
…o Black não pode ser preso a uma corrente… o Black é o espírito da liberdade e eu não o farei nunca… por outro lado, o próprio Médico diz que prefere ver o Black morrer atropelado, mas feliz, do que morrer aprisionado e infeliz…
 
…não conheço (nem os Veterinários conhecem) caso algum em que um animal tenha recorrido por si mesmo ao “seu” médico para ser tratado!…
…digam-me se isto não é um puro exemplo de pura inteligência…
…digam-me se não é motivo para amar ainda mais os animais…
…para todos vós, um sorriso do Black (porque apesar de tudo, ele ainda está cá, à Camões como eu digo,  mas ainda com um sorriso no focinho…”

05/08/2009 Posted by | Diversos | 3 comentários

Ponto de vista

347aa

04/08/2009 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

Rosas de Santa Teresinha

4129aa

03/08/2009 Posted by | Diversos | 1 Comentário

Glass effect

1962b

02/08/2009 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

Contra luz

riu004aa

01/08/2009 Posted by | Diversos | Deixe um comentário