Lobices

…meiguices de lobos e não só…

Em branco

“…Que dizer perante duas páginas em branco? Que dizer em frente do nada que me domina e me arrasta a escrita para duas páginas em branco… dizer que sinto as palavras que me transportam para além da vontade de escrever… para além da vontade de dizer o que sinto na presença de duas páginas em branco… dizer que penso e não actuo ou que actuo e não penso… dizer que procuro e não encontro a não ser duas páginas em branco… Mas elas se preenchem com as letras que me saiem lenta e pausadamente do meu ser e do meu estar perante estas duas páginas em branco… Que me dizem elas, sejam elas o que quer que sejam, senão que as duas páginas em branco estão a acabar… O espaço escasseia e o tempo passa e nada mais me sai da mente para escrever nestas duas páginas em branco… Um branco de luz, de paz, de amor…”

17/01/2010 Posted by | Diversos | 1 Comentário