Lobices

…meiguices de lobos e não só…

Serenidade

Anúncios

26/06/2012 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

Encontro

…“…trazias o perfume de uma flor e o sabor de uma iguaria… trazias tudo o que eu desejava, o que eu queria… trazias contigo a doçura do teu olhar e a leveza do teu toque para o meu corpo amaciar… trazias o sol e o brilho das estrelas… trazias o sorriso estampado na pele e o cheiro da maresia quando se espalha na areia… trazias tudo o que um homem anseia… trazias o amor dentro de ti, o amor que se dá e não se regateia, o amor que sempre perdura mesmo quando partes… trazias a esperança no rosto e os lábios entreabertos prontos para o beijo, para o doce toque em que todos os sabores se transformam em mel… de braços abertos meu ser te aguardava, ansioso… certo da tua vinda, da tua chegada… e o abraço se deu num enlaçar de paz e de ternura… e todo o ser se deu e se recebeu e as mãos se entrelaçaram… e num serpentear de passos arrastados porque leves, os caminhos nos levaram… e o sabor a tudo num leito se aconchegou… e o amor que veio e o amor que esperou, por ali, naqueles instantes infinitos, se quedou e a si mesmos se entregaram na paz que só os que amam sabem sentir…”

10/06/2012 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

Amantes

“… e o amor não se esgota nos momentos em que os amantes se encontram… o amor perdura para além deles, dos momentos e dos próprios amantes… o amor fica em cada um como uma marca no tempo que vai para lá do tempo em que foi… o amor vai com cada um e reaje ao menor sinal de memória… reactiva-se a si próprio quando já lá não está, naquele momento em que se ama… eleva-se para além da sua m…eta e tenta chegar ao momento seguinte, momento esse que não se sabe se vai existir mas que se deseja e do qual se sabe apenas que será um novo momento… o amor não se esgota no momento em que os corpos se esgotam e descansam… o amor vai além desse esvair porque se não for nunca será amor… o amor não se esgota no peito de cada um porque continua na memória de ambos… o amor é isso, é saber que não foi só e apenas aquele momento… o amor prolonga-se a si próprio para além de si mesmo e daqueles que o vivem… o amor está para lá do próprio amor…”

08/06/2012 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

Adormecendo

“… deixa enroscar-me nos teus braços… coloca tua mão na minha cabeça e enrola os teus dedos nos meus raros cabelos… baixa um pouco a tua fronte e beija a minha boca… deixa enroscar-me no teu colo… sentir a tua maciez e ver de baixo para cima o teu sorriso… ver-te junto a mim e saber-te ali comigo… de tal forma que quando olhas eu sou o teu olhar… de tal forma que quando sorris eu sou os teus lábios… de tal forma que quando me afagas eu sou a tua mão… de tal forma que quando me tocas eu sou o teu corpo… de tal forma que quando me olhas eu sou o teu olhar… deixa pousar o meu cansaço na tua serenidade e sentir a tua paz na minha guerra… baixar as armas e sentir a trégua na tenda que se ergue no deserto da batalha… humedecer as mãos na brisa da água que corre no ribeiro que nos circunda… lavar a cara na frescura do vento que nos embala… sentir que nem tudo é real mas que o sonho nos preenche… sentir que, por vezes, só o desejo chega, só o querer basta, só o pensar nos satisfaz… deixa-me ser não só a realidade mas também o que não somos… deixa-me olhar para dentro de ti e ver-me inteiro… deixa-me tocar-te com o sonho e saber-me parte dele como sei que ele é uma parte do meu eu verdadeiro…”

04/06/2012 Posted by | Diversos | Deixe um comentário

E em ti Mulher, eu me eternizo

“…Os meus olhos pousam em ti e todos os meus sentidos te olham num delirar mútuo de atenção… Vejo o teu corpo e deleito-me na tua alvura… Cheiro o teu cheiro e aspiro a tranquilidade da tua paz… Ouço o teu respirar lento, como um lamento que não lamento… As minhas mãos tocam os teus cabelos e envolvem-se neles… Acerco-me de ti e te toco… Te sinto global e ali inteira frente a mim… Beijo a tua boca e tudo se torna como num festim de doces carícias e sabor a sal… Estou inteiro no teu corpo inteiro e me sinto nele como sinto o teu corpo em mim… É apenas um abraço, um enlace de braços que apertam sem apertar, sentindo apenas o teu respirar… Minhas mãos percorrem a tua pele acetinada linda… Fecho os olhos procurando apenas sentir… E sinto o desejo crescer em mim e o teu arfar sobe de tom… Como é bom… A minha boca se cola na tua boca e a minha língua se funde dentro dela como se da tua se tratasse… É apenas mais um enlace… Sinto o teu peito quente junto ao meu e beijo teus mamilos num acto de procura da loucura… Loucura que me invade lentamente, premente ali presente ou então como se tudo mais estivesse ausente… Meus braços te envolvem e se descobrem momento a momento como se fosse a primeira vez que no teu corpo se movem… Sinto o cálido odor do teu corpo quente de amor, oferecendo-se como numa espécie de orgia sem pudor… Minhas mãos tacteiam centímetro a centímetro toda a tua pele, todos os recantos de teus encantos e se encontram, de repente, sobre o teu ventre quente, dolente… Afago tuas coxas e as tuas ancas e as aperto contra mim… Procuro o teu sexo e o acaricio… Beijo-te completamente num único beijo e me torno desejo do teu próprio desejo… Te envolvo num abraço mais e te penetro… És tu que me possuis… Não te tenho, és tu que me tens… Movimentos se entrelaçam como se não fossemos dois mas um só… Os nossos corpos se fundem num arfar profundo de loucura… Já não sei o que sou, apenas em ti estou… Eu sou tu e tu és eu numa fusão de ser e estar… Na verdade és tu que me possuis, eu não te tenho, és tu que me tens, em ti eu me dou…E em ti me eternizo…”

01/06/2012 Posted by | Diversos | Deixe um comentário