Lobices

…meiguices de lobos e não só…

PELA MANHÃ

sever020aa“… chegas pela manhã … logo a seguir ao último luar … e trazes margaridas no teu sorriso … vens com os olhos brilhando pétalas … e as mãos erguidas em ovação … trazes a paz no teu andar … no compasso terno do teu coração … chegas pela manhã … logo a seguir ao teu último sonho … resplandecente de ondas do mar … trazes o sorrir de um beija-flor … trazes alegria, trazes amor … vens com os lábios abertos ao mel … e os braços abertos ao abraço … cantas, deliras de espanto … e esqueces o teu cansaço … és serenidade doce do meu encanto … és luxúria do meu segredo … és encanto que me tira o medo … és flor que me cobre como um manto … chegas pela manhã … logo a seguir ao último luar … chegas pela manhã … sem lágrimas, sem pranto … chegas pela manhã … num gesto doce … do teu terno e suave amar…”

Anúncios

28/03/2016 - Posted by | Diversos

1 Comentário »

  1. As pontes, por vezes, mais do que ocasionais passagens para qualquer lugar longe do tempo e da memória, também são o próprio reflexo das viagens rente ao silêncio. Quase sempre rente aos flancos da solidão.

    Comentar por substract | 17/04/2016 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: